terça-feira, 29 de setembro de 2015

Matéria bem bacana sobre o trabalho das doulas.


Ahhhh... As doulas...

Bruxas, fadas, protetoras... Tanto faz! Eu amo ser doula e não consigo imaginar como deve ser parir sem uma.


Para ler a matéria clique aqui.




Preparação do períneo para o parto

Não é de hoje que existe a preocupação em preparar a musculatura da vagina para o parto. No Antigo Egito, as mulheres se reunião para se preparar para o parto através de danças sagradas, na Thailandia utilizam o pompoarismo e em algumas tribos africanas as mulheres utilizam cabaças para alongar a musculatura vaginal, na India se usa maços de ervas com óleos aromáticos, outras mulheres usam massagem perineal e um dispositivo chamado epi-no, que assim como as cabaças, alonga a musculatura da vagina.

Então primeiro vamos entender o que é este músculo chamado períneo:

A musculatura do perineo está disposta como uma cama elástica que se estende da sínfise púbica (osso palpado logo acima do clitóris) até o cóccix (osso final da coluna, próximo ao ânus), onde repousam os órgãos pélvicos (útero, bexiga, etc). Ele envolve a uretra, o reto e o canal vaginal, os quais são apertados quando esta musculatura se contrai e alongados durante a passagem do bebê, no parto.

Porque fazer preparação do períneo?

Na nossa cultura não é comum se tratar deste assunto, períneo. Conhecer o corpo, entender seu funcionamento e aprender a escutar seus sinais gera autoconfiança, gera mulheres seguras e empoderadas, nos apropria de nós mesmas e permite que a natureza em toda sua perfeição flua por nossos corpos com mais facilidade. Autoconfiança, fluidez e um corpo desperto proporcionam partos mais conscientes.
A preparação do períneo para o parto além de melhorar a consciência corporal e a autoconfiança também previne lacerações do períneo e reduzem o tempo de expulsivo.
Existem muitas formas de se fazer esta preparação:


Epi-no: a mais divulgada ultimamente tem sido este dispositivo que se chama EPI-NO e que proporciona o fortalecimento da musculatura assim como o alongamento e o treino do expulsivo. É o mais eficaz como prevenção de lacerações.




Massagem perineal: massagem realizada no períneo manualmente que proporciona maior consciência corporal, relaxa a musculatura e aumenta a elasticidade dos tecidos.

Exercicios de Kegel: Fortalecem a musculatura perineal prevenindo incontinência urinária e melhorando a função sexual, assim como ajudam a prevenir lacerações perineais durante o parto.

Exercícios de consciência corporal: despertam o corpo de forma integral favorecendo a percepção da inter-ralação entre períneo, pelve e todo o resto do corpo, favorecendo o relaxamento consciente do períneo assim como um parto mais consciente e ativo.

Quando começar?

O trabalho de consciência corporal e fortalecimento com exercícios de kegel pode ser iniciado a partir de 12 semanas de gestação. Quanto antes se inicia este trabalho de despertar do corpo mais profundo se torna o autoconhecimento e mais efetivo o trabalho de preparação do períneo para o parto.
A massagem perineal e o trabalho com o epi-no podem ser iniciados a partir de 30 semanas de gestação e devem ser realizados todos os dias, em casa, após a orientação.